O primeiro grande show

Olá queridos leitores! Como vocês puderam perceber, estamos de cara nova! E vem muita coisa boa por aqui, continuem acompanhando. E para começarmos bem esse novo ciclo, vim contar para vocês como foi a nossa mais nova experiência: levar as crianças em um grande show. Será que foi uma boa escolha?

Para vocês que nos acompanham aqui a mais tempo, sabe que adoramos sair com nossos pequenos, viajar, ir ao cinema, passear, viver novas experiências… e já fomos com eles em alguns shows pequenos, como Palavra Cantada, Grupo Triii, entre outros (alguns nem contei aqui como foi, mas foram todos shows pequenos e em teatros, onde há um certo conforto). Mas veio a louca ideia de levá-los em um show maior, quando a banda Guns N` Roses anunciou que faria uma nova turnê pelo Brasil e com um show bem aqui, na nossa capital.

Depois de meu esposo e eu já termos desfrutado a maravilha que é ir em um show internacional por duas vezes, passamos a ter essa vontade de um dia levar as crianças também. A organização, a estrutura e, claro, as bandas, ajudam bastante. Mas principalmente a organização e a pontualidade. Pois eis que esse dia chegou mais cedo do que esperávamos, pois não poderíamos perder a oportunidade de ir nesse show que aconteceria em nossa cidade, e de uma banda que gostamos demais, Guns N`Roses. Então, nos organizamos, compramos os ingressos e esperamos o dia do show.

As crianças já conhecem as músicas clássicas da banda, pois nós gostamos de ouvir e elas também passaram a gostar. Fizemos uma surpresa a elas e só contamos um dia antes do show que elas iriam (pois a ansiedade seria demais se soubessem antes, porque elas ouviam na rádio que teria o show e pediam para ir).

No dia, fomos somente mesmo para assistir ao show da banda, pois antes teria uma outra apresentação. Não tivemos dificuldade de parar o carro no estacionamento oficial do evento (claro, era mais caro, mas como estávamos com as crianças valeu a pena). Na entrada, precisamos fazer um cadastro de menores, o que nos atrasou um pouco para a entrada. O cadastro era feito de um a um, manualmente. O processo poderia ter sido agilizado, onde poderíamos ter preenchido o formulário previamente e lá apenas validar esse documento. Chegamos ao local com uma hora de antecedência do show, e foi crucial ter chegado bem antes pois quando conseguimos entrar na arena, o show já estava começando.

Tenda para cadastro de menores ao lado da entrada para a arquibancada

Compramos o ingresso do show para arquibancada, que era o menos caro (pensa, 4 ingressos para um show internacional não fica muito barato) e também tinha bons lugares para assistir o show e ainda dava para as crianças sentarem e descansarem quando quisessem.

Nós temos rotinas de horários, e as crianças não estão muito acostumadas a ficar até muito tarde acordadas. O show estava marcado para acontecer às 20hs, horário que eles já estão quase indo para a cama. Mas como era fim de semana, foi menos complicado. Porém no inicio do show, como tocou músicas que eles não conheciam muito, e quando viram aquela multidão (acho que nem na Disney quando fomos eles viram tanta gente em um só lugar) estavam meio desanimados e acho que um pouco assustados.

Rolando o show, com o passar das horas, eles foram se animando e quando tocaram as músicas que eles conhecem, adoraram, cantaram junto e se embalaram. Foram 3 horas de show,  e as crianças ficaram maravilhadas por ver um show tão bem produzido (depois de passado o baque inicial).

As crianças curtindo o show (foto ruim, mas deu para registrar)

Terminado o show, esperamos um pouquinho o tumulto e depois saímos, sem muita dificuldade para pegar o carro. As crianças estavam cansadas, claro, até dormiram dentro do carro. Mas quem pergunta para elas sobre o show, a resposta é que gostaram muito. Nosso pequeno ficou maravilhado com a performance do Slash e suas guitarras.

A experiência foi incrível! Claro, ainda acho que eles estão muito novinhos para ir a um show desse porte, mas ficou marcado para sempre, para nós e para eles, essa vivência. Haviam muitas famílias e crianças lá no show, isso foi muito legal de ver. O público era eclético, de toda idade. Não poderíamos perder essa oportunidade, de em nossa cidade ter um showzaço desse e não irmos. Foi incrível!

Temos planos de ir em outros shows, e com as crianças crescendo, fica muito mais fácil de levá-los, de vivenciarmos mais vezes momentos assim.

Essa foi mais uma nova e grande experiência que tivemos com as crianças, e que queria muito compartilhar. Vocês também já fizeram algo parecido? Conta aqui pra gente!

Um forte abraço e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.