Férias Frustradas – Parte 02

No post de hoje vou continuar o relato sobre a nossa viagem de férias, que aconteceu em dezembro de 2021. Saímos de Cumuruxatiba e fomos para Porto Seguro, ambos no Sul da Bahia.

Depois da novela para sairmos de Cumuruxatiba, finalmente conseguimos chegar em Porto Seguro, por volta de 15hs da tarde. O dia estava nublado, mas ainda fomos conhecer a praia, em Coroa Vermelha, Porto Seguro. O hotel que ficamos hospedados foi o Coroa Vermelha Beach All Inclusive (achamos que era resort, mas não era).

O hotel é grande, possui piscinas adulto e infantil, um enorme espaço aberto para as crianças brincarem, com quadra de areia e parquinho, sala de jogos, brinquedoteca, além de um amplo restaurante e estrutura na praia. Para ir à praia, é necessário atravessar a rodovia que dá acesso ao hotel, e ali fica guarda o dia todo auxiliando a travessia. A praia é muito gostosa, não é maravilhosa como a que acostumamos de Maragogi-AL, mas é uma boa praia. Uma pena que a maior parte do tempo pegamos o tempo nublado ou com chuva.

A estrutura e a programação do hotel é muito boa, tem atividades o dia todo, e programação a noite também. A comida que o hotel oferece é muito boa, deliciosa em todos os horários. Tem café da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar, e também petiscos na praia e no bar da piscina o dia todo. 

Passamos dias agradáveis ali, apesar da chuva. O quarto que ficamos hospedados era em uma ala mais nova do hotel, um quarto amplo com cama tamanho king e duas camas de solteiro. O restante do grupo ficou em uma outra ala, onde os quartos eram menores e mais antigos, com uma cama de solteiro e uma cama tamanho queen. Inclusive uma das pessoas do nosso grupo disse que o colchão não estava muito bom. Uma pena, pois o quarto que ficamos, o mais novo, foi maravilhoso.

Como fomos para passar o natal, na véspera teve chegada do Papai Noel à tarde, e um jantar natalino com show à noite. As crianças já esperam essa chegada do bom velhinho, mas nós não sabíamos dessa tradição. Achamos até que foi uma falha não terem nos avisado, pois estávamos com crianças. Mas foi bom que deu tempo delas participarem da brincadeira. No jantar, a comida estava muito boa (somente uma ressalva para a cascata de camarão, que estava muito bonita, mas os camarões estavam estragados, com cheiro muito forte e ruim, não arriscamos comer). O show estava com som muito alto, mas estava muito animado, tocando musicas típicas de lá mesmo.

Como vocês podem ver aí no vídeo, maior parte com tempo nublado.

Video com imagens da nossa viagem

Bom, voltaríamos a esse hotel? Provavelmente não, mas não pelo hotel em si, que recomendo, muito bom. Mas não voltaria por hora pela experiência que tivemos. Não pegamos um período muito bom, e Porto Seguro não é um local que nos agrada muito. Talvez no futuro, quem sabe, poderemos voltamos.

Mas calma, ainda não acabou! Como fomos de carro, tínhamos a volta. Novamente a história das chuvas. Analisando os prováveis caminhos para retornarmos, optamos por voltar pelo mesmo que fomos, pois as notícias dos outros trechos não eram muito favoráreis. Estradas interditadas por deslizamentos, barreiras rompidas e pontes que estavam com água passando por cima.

Enfim, voltamos pelo mesmo caminho, e na primeira noite dormimos em Governador Valadares-MG. Não conhecia a cidade, mas achei bem bonitinha e organizada, muito arborizada. Nos hospedamos no centro da cidade, próximo de uma praça. Comemos em um fast food que tinha ali perto mesmo. Dia seguinte tocamos e almoçamos em Serro-MG (amo o queijo de lá, maravilhoso). Vou fazer uma parada aqui pois preciso falar sobre nossa experiência. Almoçamos em um restaurante que pessoal lá da cidade nos indiciou. Um lugar muito simples, parece um casarão antigo, mas com um senhor que nos atendeu super bem. A comida era caseira, estava maravilhosa! Que delícia de almoço, confesso que foi a melhor comida da viagem inteira (e olha que a comida do hotel era muito boa). Bar Dodoia e Júnior, recomendo mil vezes. Atendimento excelente, pessoal e comida simples mas sentimos muito amor em tudo. E para completar, preço muito bacana. Parem em Serro, comam por lá e ainda aproveitem para comprar o queijo Serro, que é maravilhoso (para quem ama queijo). 

Continuando a viagem, passamos por Três Marias e fizemos uma rápida parada em um posto na rodovia para um lanche. E que vista linda! Ali tem um lago muito bonito, apreciamos a paisagem dali, o sol já estava baixando, foi muito bonito de ver. Fim do dia chegamos em João Pinheiro, onde passamos a segunda noite da volta. Ficamos em um hotel simples na rodovia mesmo, e bem ali perto comemos uma pizza que estava maravilhosa. Já estávamos cansados, logo voltamos e já fomos dormir para terminar nossa viagem.

Na volta já estávamos fatigados e parte do grupo estava com sintomas de gripe. Ao chegarmos fizemos o teste e quase todos testaram positivo para Covid. Passamos o ano novo isolados e, ao menos para mim, que estava com corpo cansado, só queria cama. Foi o presente que ganhamos da viagem, sendo que nesse tempo todo nunca pegamos.

Depois de tanta chuva, pouca praia, e ainda ser presenteados com a Covid, no fim agradecemos que fomos e voltamos bem, e que todos ficaram bem. Hoje rimos dessas nossas férias frustradas, que poderia sim ter sido diferente, mas foi do jeito que tinha que ser. 

Nem sempre as coisas fluem da forma como planejamos, mas tentamos tirar proveito de tudo. Cada paisagem que vimos, cada experiência que tivemos, foi única. Ninguém vai tirar isso de nós, e no fim é isso que vale. Sim, as férias foram frustradas pois não supriu nossas expectativas, mas não foram ruins.

Espero ter muitos outros relatos para trazer a vocês, bons ou não, mas que sirvam de inspiração a todos! E com dicas que os ajudem sempre a organizar as viagens de vocês. Grande abraço a todos e até a próxima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.